BEM VINDOS AO BLOG DO SÃO ROCK


Nossa História

Em junho de 2005, seis amigos se reuniram para comemorar seus aniversários, que por coincidência dos deuses do rock, eram todos na mesma semana. Resolveram chamar a banda de um amigo de Crato (Michel Macêdo, da Glory Fate). Também chamaram duas bandas locais (SKP e ET Heads), e fizeram a trilha sonora desta festa, que a princípio era exclusiva a aniversariantes e seus amigos. Sem querer, nascia ali o festival SÃO ROCK – o dia em que o rock foi pro brejo!
O sucesso da primeira edição obrigou uma continuação. Dois anos depois, já em 2007, veio a segunda edição, agora com a participação de bandas de Fortaleza, e aberto ao público. O sucesso consolidou o evento, e perpetuou essa data no calendário do rock cearense.
Pelo festival já passaram nomes de peso no cenário cearense, como Artur Menezes, Felipe Cazaux, Caco de Vidro, banda One, Killer Queen, Glory Fate, Zeppelin Blues, Renegados, banda Void e tantos outros que abrilhantaram noites inesquecíveis, regadas à amizade, alegria e o bom e velho rock´n´roll.
Hoje, o que se iniciou com um simples aniversário, tomou enormes proporções, estendendo seus ramos, diversificando os estilos e abrindo espaço para mais e mais bandas que querem mostrar seu talento em nossa terra. Agora são duas noites de festival, além da Caldeira do Rock, que leva bandas alternativas para a praça pública, numa celebração maravilhosa, onde congregamos amigos de todas as cidades circunvizinhas e de outros estados, irmanados pelo amor ao rock.
Não para por aí. Queremos tornar o São Rock uma marca que não promova apenas um festival anual, mas que seja um verdadeiro tablado que promova eventos de rock durante todo o ano! Assim, poderemos desfrutar do convívio saudável e também marcar nossa presença, dizer que temos voz e vez, numa cultura tão massificada por músicas desprezíveis e por gêneros impostos ao povo! Fomos, somos e sempre seremos roqueiros!
Portanto, venha participar dessa irmandade, apóie, divulgue, patrocine essa idéia, e seja mais um que ajuda a construir esse espaço!

Esse é o BLOG oficial do festival SÃO ROCK, que ocorre todo ano em Brejo Santo - Ceará. Criado "acidentalmente" por aniversariantes que comemoram na mesma semana e que se uniram para fazer uma única celebração voltada ao nosso gosto músical o ROCK. Além disso o blog divulga noticias e eventos nacionais e internacionais, além de ajudar na promoção cultural da região. Sobre tudo é uma apologia a amizade.




CARIRI VEÍCULOS

CARIRI VEÍCULOS

Impacto Skate Shop

Impacto Skate Shop
Uma loja diferenciada pra você

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Ringo Starr no Brasil: Ex-Beatle se apresentará pela primeira vez no país

Fantástico conversa com Ringo Starr - 23 de outubro de 2011

‘É tolice achar que Paul e eu poderíamos fazer uma turnê juntos’


Duas lendas vivas do rock deram entrevista ao Fantástico. O ex-beatle vem tocar no Brasil pela primeira vez. E Mick Jagger fala SuperHeavy, primeira banda dele fora dos Stones. Ringo Starr vem tocar no Brasil pela primeira vez. E Mick Jagger está cantando em uma banda que não são os Stones! Em Beverly Hills e em Londres, o repórter Álvaro Pereira Júnior conversou com essas duas lendas vivas do rock. Hoje é dia de Beatles, bebê! Dia de encontrar Ringo Starr, o baterista da banda mais famosa de todos os tempos. Para isso, o Fantástico voou até a região mais exclusiva de Los Angeles. A entrevista aconteceu em um hotel superdiscreto em Beverly Hills. A lenda viva do rock tem 71 anos e está incrivelmente em forma, em especial para quem foi uma criança doente, que passava longas temporadas no hospital e quase morreu mais de uma vez. Vegetariano, Ringo é obcecado por saúde. Ele cumprimenta as pessoas só com um toque de cotovelo. Quando se senta para falar ao Fantástico, explica por quê: “Temporada de gripe. Eu não sei onde vocês andaram botando a mão”, ele brinca. Mas nem sempre Ringo deu tanta atenção para a saúde. Perguntamos sobre os anos 80, quando se afundou no álcool, e ele mesmo completa: “Álcool e drogas”. A pergunta: será que para os artistas de hoje é ainda pior, com muito mais pressão do que na época dos Beatles? “Nessa profissão, é como se isso fosse permitido, espera-se que músicos sejam bêbados e drogados, em me viciei. No começo, achei que dava para conciliar bebidas, drogas e trabalho, mas minha carreira estava afundando. Em 1988, me internei e nunca mais bebi”, conta. A escalada de Rindo rumo à fama começou em 1962, quando ele entrou para os Beatles no lugar de Pete Bast. Esta semana, foi encontrada uma carta de dois anos antes, em que Paul McCartney respondia ao anúncio de baterista que procurava emprego. Essa negociação nunca foi adiante e nem se sabe quem é esse músico, que poderia ter tocado no maior grupo da história do rock. Poderia, mas quem tocou mesmo foi Ringo. E ele é o primeiro a admitir não ser um primor de técnica, mas sabe que tem um estilo único. De qual trabalho com as baquetas ele se orgulha mais? Ringo nem vacila: “Eu toquei muito bem várias músicas, mas sempre menciono ‘Rain’. Foi a única vez em que toquei nesse estilo, se você ouvir todo o meu trabalho, vai perceber, ‘Rain’ é diferente e muito difícil. Em ‘A day in the life’ também estou ótimo e gosto muito dos relançamentos dos Beatles porque destacam bem ma bateria”. Ringo adora aparecer. Nos Beatles, mandou instalar a bateria em uma plataforma bem alta. “É porque eu queria que me vissem”, ele explica. E nada daqueles kits gigantescos que deixam o baterista escondido. A bateria dos Beatles era bem simples por duas razões: “Primeiro, porque ficava mais fácil do público me ver, segundo, porque tinha um som bem legal”, ele esclarece. Nos filmes dos Beatles, Ringo também se destacava, normalmente em cenas cômicas, fazendo caretas, usando roupas e perucas esquisitas, e até tomando um banho de tinta vermelha, como no longa ‘Help’, de 1965. Pessoalmente, Ringo também é relaxado e brincalhão. Nas entrevistas que deu a outros países da América Latina, no mesmo dia em que falou ao Fantástico, não perdeu uma chance de fazer trocadilhos, brincadeiras e de tirar onda. Quando um jornalista chileno perguntou qual disco dos Beatles ele levaria para uma ilha deserta, Ringo pensou um pouco e mandou: “O álbum branco, é duplo, né?”. Mas os shows que vem fazendo com sua banda os All Stars, Ringo leva muito a sério. Em algumas canções fica só na bateria, em outras assume os vocais. “É claro que eu tenho que cantar ‘Yellow submarine’ e ‘With a littel help of my friends’, música dos Beatles em que fui o vocalista original. E também sucessos da minha carreira solo, tipo ‘Photograph’ e ‘Back off boogaloo’”. E outras canções dos Beatles nada? Ringo faz piada de novo: “Quem sabe no Brasil eu toque ‘Yesterday’, ‘Hey Jude’. Não, serão só as minhas músicas mesmo”. Quem compôs e canta ‘Yesterday’ e ‘Hey Jude’ é Paul McCartney, de quem Ringo se manteve amigo, mesmo depois de tantas brigas dos Beatles. Foi até ao casamento de Paul, há duas semanas. Já que andam tão próximos, alguma chance de excursionarem juntos, os dois Beatles sobreviventes? Finalmente, Ringo fica sério: “Não faria sentido uma reunião sem os outros dois. É uma tolice achar que eu e Paul poderíamos fazer uma turnê juntos. Isso não vai acontecer”. O que vai acontecer são os shows brasileiros, a partir de 10 de novembro em Porto Alegre, São Paulo, Rio, Belo Horizonte, Brasília e Recife. O Beatle boa praça, que nunca esteve no Brasil, manda seu recado, bem ao estilo anos 60: “Paz e amor”. E o Fantástico vai de Califórnia para Londres, encontrar outro roqueiro dos anos 60, que continua com o maior gás! No meio do ano, um vídeo misterioso apareceu na internet. Uma nova banda, que tinha nome - SuperHeavy - mas não tinha rosto. Agora, finalmente, eles mostraram a cara. E várias são muito conhecidas. No caso de um dos vocalistas, mais conhecido impossível! Foi uma bomba no rock'n roll: Mick Jagger cantando em outra banda que não são os Rolling Stones. Como é que pode? Diante desse fato inédito na carreira dele, o Fantástico perguntou: com quem é mais tranquilo fazer parceria, Dave Stewart, companheiro no SuperHeavy ou Keith Richards, colega e rival há quase 50 anos nos Stone? Mas ele, malandro velho desconversa: "Eu quase não compus com Dave. A gente queria um trabalho coletivo", afirmou Jagger. A ideia do SuperHeavy partiu de Dave, que foi da dupla Eurythmics, que fez sucesso nos anos 1980. Um belo dia, ele ligou para Jagger com uma ideia: criar um banda, explorar novos ritmos. Jagger topou e eles chamaram mais gente famosa, como Joss Stone, A. R. Rahman, indiano que ganhou o Oscar pela trilha de "Quem quer ser um milionário", e Damian Marley, filho de Bob Marley. Seria por causa de Damian que o disco do SuperHeavy tem tanto reggae? Mick diz que não acha que tem tanto reggae assim, que é mais uma mistura. "Tem dub jamaicano, techno, música indiana, rock. Um pouco de tudo", conta. "Todas as músicas foram gravadas com todo mundo junto no estúdio", explica Dave Stewart. Reunir tantas estrelas é tarefa difícil, mas não para Dave. Nos bastidores da música, ele é rei. Amigo do primeiro time de gente como Bob Dylan, Ringo Starr e do próprio Jagger. Será que além de gravar, o SuperHeavy pretende cair na estrada? Mick, aos 68 anos, não tem certeza. “Uma turnê mundial não me atrai tanto, mas fazer um ou outro show especial, de repente até no Brasil, seria bacana”. Por coincidência, Mick esteve em São Paulo esta semana, depois de passar uns dias no Peru com o filho brasileiro. Os fãs torcem para que, na próxima, ele venha para cantar, com os Stones ou com o SuperHeavy!




Ingressos para shows de Ringo Starr no Brasil estarão à venda na segunda-feira: Veja os preços


Os ingressos para os shows de Ringo Starr e sua All Starr Band no Brasil começam a ser vendidos na segunda-feira (18) para o público em geral. Esta é a primeira vez que o ex-baterista dos Beatles vem ao país. Veja o serviço completo dos sete shows brasileiros:

Porto Alegre
Quando: 10/11, a partir das 21
Onde: Ginásio do Gigantinho (rua Padre Cacique, 891, Praia de Belas)
Quanto: R$ 150 (pista e arquibancada), R$ 200 (cadeira), R$ 300 (pista premium)
Ingressos: no dia 18 a partir da 0h em www.ticketsforfun.com.br, 9h em 4003-0848, 11h no Multisom

São Paulo (1º show)
Quando: 12/11, a partir das 22h
Onde: Credicard Hall (Av. das Nações Unidas, 17.981, Santo Amaro)
Quanto: R$130 (plateia superior visão parcial), R$150 (plateia superior 3), R$180 (plateia superior 2), R$200 (plateia superior 1), R$250 (pista), R$600 (poltrona setor 2), R$650 (poltrona setor 1 e camarote setor 2), R$700 (camarote setor 1)
Ingressos: no dia 18 a partir da 0h em www.ticketsforfun.com.br, 9h em 4003-0848, 12h no estacionamento do Credicard Hall

São Paulo (2º show)
Quando: 13/11, a partir das 20h
Onde: Credicard Hall (Av. das Nações Unidas, 17.981, Santo Amaro)
Quanto: R$130 (plateia superior visão parcial), R$150 (plateia superior 3), R$180 (plateia superior 2), R$200 (plateia superior 1), R$600 (poltrona setor 2), R$650 (poltrona setor 1, camarote setor 2, cadeira setor 2), R$700 (camarote setor 1, cadeira setor 1), R$750 (cadeira vip), R$800 (cadeira platinum)
Ingressos: no dia 18 a partir da 0h em www.ticketsforfun.com.br, 9h em 4003-0848, 12h no estacionamento do Credicard Hall

Rio de Janeiro
Quando: 15/11, a partir das 21h30
Onde: Citibank Hall (Av. Ayrton Senna, 3000, Shopping Via Parque, Barra da Tijuca)
Quanto: R$200 (pista), R$400 (pista premium e poltrona), R$500 (camarote)
Ingressos: no dia 18 a partir da 0h em www.ticketsforfun.com.br, 9h em 4003-0848, 12h no Citibank Hall

Belo Horizonte
Quando: 16/11, a partir das 21h
Onde: Chevrolet Hall (Av. Nossa Senhora do Carmo, 230, Savassi)
Quanto: R$160 (pista 1º lote) --serão vendidos ingressos até o 5º lote com acréscimo de R$ 20 a cada novo lote
Ingressos: no dia 18 a partir da 0h em www.ticketsforfun.com.br, 9h em 4003-0848, 12h no Chevrolet Hall

Brasília
Quando: 18/11, a partir das 22h
Onde: Ginásio Centro de Convenções Ulysses Guimarães (SDC Eixo Monumental, Lote 05)
Quanto: R$500 (vip B), R$600 (vip A), R$700 (vip gold lateral), R$800 (vip A extra), R$900 (vip gold), R$1000 (vip gold extra)
Ingressos: no dia 18 a partir da 0h em www.ticketsforfun.com.br, 9h em 4003-0848, 12h no Brasília Shopping

Recife/Olinda
Quando: 20/11, a partir das 20h30
Onde: Chevrolet Hall (Rua Agamenon Magalhães s/nº, Complexo do Salgadinho)
Quanto: R$180 (pista), R$450 (front stage), R$1500 (camarote piso 3), R$1700 (camarote piso 2), R$2000 (camarote piso 1)
Ingressos: no dia 25/07 a partir da 0h em www.ticketsforfun.com.br, 9h em 4003-0848, 12h no Chevrolet Hall



















Divirtam-se!!!


Bruno Yacub

Nenhum comentário:

Postar um comentário

e-buddy - acesse MSN, FACEBOOK, GOOGLE TALK e outros