BEM VINDOS AO BLOG DO SÃO ROCK


Nossa História

Em junho de 2005, seis amigos se reuniram para comemorar seus aniversários, que por coincidência dos deuses do rock, eram todos na mesma semana. Resolveram chamar a banda de um amigo de Crato (Michel Macêdo, da Glory Fate). Também chamaram duas bandas locais (SKP e ET Heads), e fizeram a trilha sonora desta festa, que a princípio era exclusiva a aniversariantes e seus amigos. Sem querer, nascia ali o festival SÃO ROCK – o dia em que o rock foi pro brejo!
O sucesso da primeira edição obrigou uma continuação. Dois anos depois, já em 2007, veio a segunda edição, agora com a participação de bandas de Fortaleza, e aberto ao público. O sucesso consolidou o evento, e perpetuou essa data no calendário do rock cearense.
Pelo festival já passaram nomes de peso no cenário cearense, como Artur Menezes, Felipe Cazaux, Caco de Vidro, banda One, Killer Queen, Glory Fate, Zeppelin Blues, Renegados, banda Void e tantos outros que abrilhantaram noites inesquecíveis, regadas à amizade, alegria e o bom e velho rock´n´roll.
Hoje, o que se iniciou com um simples aniversário, tomou enormes proporções, estendendo seus ramos, diversificando os estilos e abrindo espaço para mais e mais bandas que querem mostrar seu talento em nossa terra. Agora são duas noites de festival, além da Caldeira do Rock, que leva bandas alternativas para a praça pública, numa celebração maravilhosa, onde congregamos amigos de todas as cidades circunvizinhas e de outros estados, irmanados pelo amor ao rock.
Não para por aí. Queremos tornar o São Rock uma marca que não promova apenas um festival anual, mas que seja um verdadeiro tablado que promova eventos de rock durante todo o ano! Assim, poderemos desfrutar do convívio saudável e também marcar nossa presença, dizer que temos voz e vez, numa cultura tão massificada por músicas desprezíveis e por gêneros impostos ao povo! Fomos, somos e sempre seremos roqueiros!
Portanto, venha participar dessa irmandade, apóie, divulgue, patrocine essa idéia, e seja mais um que ajuda a construir esse espaço!

Esse é o BLOG oficial do festival SÃO ROCK, que ocorre todo ano em Brejo Santo - Ceará. Criado "acidentalmente" por aniversariantes que comemoram na mesma semana e que se uniram para fazer uma única celebração voltada ao nosso gosto músical o ROCK. Além disso o blog divulga noticias e eventos nacionais e internacionais, além de ajudar na promoção cultural da região. Sobre tudo é uma apologia a amizade.




CARIRI VEÍCULOS

CARIRI VEÍCULOS

Arquivo do blog

Impacto Skate Shop

Impacto Skate Shop
Uma loja diferenciada pra você

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Barão Vermelho digitaliza fitas masters do disco homônimo de 1982. por Bruno Yacub

Barão Vermelho digitaliza fitas masters do disco homônimo de 1982.

Roberto Frejat, Guto Goffi, Maurício Barros e Dé Palmeira entraram em estúdio para acompanharem a digitalização das fitas masters do disco homônimo do Barão Vermelho lançado orginalmente em 27 de setembro de 1982. Nessa época do lançamento, o disco se espalhou um pouco e agradou muito ao produtor Ezequiel Neves (José Ezequiel Moreira Neves, jornalista – in memorian) e Guto Graça Mello (diretor da Som Livre) juntos, eles lançaram a banda e com uma produção de custo baixo, em quatro dias, foi gravado o primeiro álbum do Barão, que recebeu o nome da banda. Das músicas mais importantes, destacam-se "Bilhetinho Azul", "Ponto Fraco" , "Down Em Mim" e o super clássico “Todo Amor que Houver nessa Vida”. Frejat verbaliza em entrevista que: “-esse nosso disco é um disco que a gente gosta muito, é um disco muito importante para nossa carreira e a gente sempre teve a sensação que ele foi muito bem gravado e muito mal remixado. Naquela época em que a gente começou os técnicos não estavam acostumados a gravar rock e os artistas não costumavam participar das mixagens e então a gente gravou aquilo tudo felizes e quando fomos escutar, o disco tinha um som horrível. Nós ficamos super traumatizados durante anos e agora estamos ouvindo as fitas e estamos enlouquecidos com o som.” Dé Palmeira, baixista, afirmou que “Queríamos reparar um erro histórico!” O Relançamento do disco Barão Vermelho está previsto para 2012 e a banda entrará em turnê, além de relançarem também uma música inédita de Cazuza da época, intitulada “Sorte ou Azar”, que também está nas fitas demo de 1982, como faixa bônus. Mas conforme o Frejat informou em entrevista para Patrícia Colombo, da revista, Rolling Stone Brasil, em julho: “O relançamento remixado de Barão Vermelho de 1982, também é um de seus objetivos para o ano que vem. “É um sonho antigo nosso”, afirma. O retorno do álbum ao mercado integra o projeto da reunião comemorativa da banda (que contará com uma turnê pelo país), destaca porém, que os desejos só se concretizarão caso haja investimento. “Temos planos, mas eles são todos grandes” salienta. “Só acontecerão se bem realizados. Se for uma coisa meia-boca, preferimos não fazer”. Antes que o assunto ganhe força, Frejat já acalma os ânimos ao esclarecer que não se trata de um retorno definitivo. “Depois cada um voltará às suas atividades. O Barão tem 15 discos e já fez o que tinha que ser feito. Com orgulho, carinho e amizade”, explica. “E a banda não parou porque brigou”.

Barão Vermelho digitaliza fitas masters da época de Cazuza (ALTAS HORAS 20/08/2011): 



Barão Vermelho - 1982

01 – Posando de star
02 – Down em mim
03 – Conto de fadas
04 – Billy negão
05 – Certo dia na cidade
06 – Rock’n geral
07 – Ponto fraco
08 – Por aí
09 – Todo amor que houver nessa vida
10 – Bilhetinho azul

Divirtam-se!!!
Bruno Yacub

Nenhum comentário:

Postar um comentário

e-buddy - acesse MSN, FACEBOOK, GOOGLE TALK e outros