BEM VINDOS AO BLOG DO SÃO ROCK


Nossa História

Em junho de 2005, seis amigos se reuniram para comemorar seus aniversários, que por coincidência dos deuses do rock, eram todos na mesma semana. Resolveram chamar a banda de um amigo de Crato (Michel Macêdo, da Glory Fate). Também chamaram duas bandas locais (SKP e ET Heads), e fizeram a trilha sonora desta festa, que a princípio era exclusiva a aniversariantes e seus amigos. Sem querer, nascia ali o festival SÃO ROCK – o dia em que o rock foi pro brejo!
O sucesso da primeira edição obrigou uma continuação. Dois anos depois, já em 2007, veio a segunda edição, agora com a participação de bandas de Fortaleza, e aberto ao público. O sucesso consolidou o evento, e perpetuou essa data no calendário do rock cearense.
Pelo festival já passaram nomes de peso no cenário cearense, como Artur Menezes, Felipe Cazaux, Caco de Vidro, banda One, Killer Queen, Glory Fate, Zeppelin Blues, Renegados, banda Void e tantos outros que abrilhantaram noites inesquecíveis, regadas à amizade, alegria e o bom e velho rock´n´roll.
Hoje, o que se iniciou com um simples aniversário, tomou enormes proporções, estendendo seus ramos, diversificando os estilos e abrindo espaço para mais e mais bandas que querem mostrar seu talento em nossa terra. Agora são duas noites de festival, além da Caldeira do Rock, que leva bandas alternativas para a praça pública, numa celebração maravilhosa, onde congregamos amigos de todas as cidades circunvizinhas e de outros estados, irmanados pelo amor ao rock.
Não para por aí. Queremos tornar o São Rock uma marca que não promova apenas um festival anual, mas que seja um verdadeiro tablado que promova eventos de rock durante todo o ano! Assim, poderemos desfrutar do convívio saudável e também marcar nossa presença, dizer que temos voz e vez, numa cultura tão massificada por músicas desprezíveis e por gêneros impostos ao povo! Fomos, somos e sempre seremos roqueiros!
Portanto, venha participar dessa irmandade, apóie, divulgue, patrocine essa idéia, e seja mais um que ajuda a construir esse espaço!

Esse é o BLOG oficial do festival SÃO ROCK, que ocorre todo ano em Brejo Santo - Ceará. Criado "acidentalmente" por aniversariantes que comemoram na mesma semana e que se uniram para fazer uma única celebração voltada ao nosso gosto músical o ROCK. Além disso o blog divulga noticias e eventos nacionais e internacionais, além de ajudar na promoção cultural da região. Sobre tudo é uma apologia a amizade.




CARIRI VEÍCULOS

CARIRI VEÍCULOS

Arquivo do blog

Impacto Skate Shop

Impacto Skate Shop
Uma loja diferenciada pra você

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Gigalomaníacos: compare as três maiores turnês do U2

Infográfico do G1 mostra as diferenças de Zoo TV, Pop Mart e 360º.
Turnê atual é a mais tecnologicamente ambiciosa da história da banda.

Gustavo Miller Do G1, em São Paulo
Quase 20 anos atrás, quando botou na estrada 52 caminhões, 12 ônibus e um jato para transportar os equipamentos da turnê Zoo TV, os músicos do U2 foram chamados de megalomaníacos. Numa tentativa de criticar a cultura de massa, a banda construiu uma espécie de estúdio de televisão, sob o comando de uma dúzia de diretores, para que Bono e os músicos do U2 pudesssem interagir e brincar com imagens da cultura pop no palco.
Mas o tempo passou e o que antes era "mega" virou "gigalomania" quando se fala na nova turnê da banda, que desembarcou em São Paulo nesta semana para shows no sábado (9), domingo (10) e quarta-feira (13). Batizada de 360º, a turnê é a mais longa e tecnologicamente ambiciosa da história da banda: o chamariz é um telão circular que se expande e retrai acima de um palco também circular com pontes retráteis e sustentado por uma enorme “garra” de aço de 50 m, que tem caixas de som em seus quatro dedos.
Para transportar toda essa parafernália de um país a outro na turnê - que já dura dois anos e deve se tornar a mais lucrativa do mundo - a banda criou três palcos idênticos, que voam pelo mundo em sete aviões diferentes. Só para a montagem são cinco dias de trabalho.
Para saber mais dessas e de outras curiosidades sobre as turnês da banda, o G1 preparou o infográfico abaixo:

 


Info U2 banda (Foto: Editoria de arte G1)
Info U2 360 (Foto: Editoria de arte G1)
Curiosidades sobre a turnê 360º (2009-2011)
- Em 360º, o U2 surpreende novamente, com um palco montado para o público poder ter uma visão completa de qualquer lugar que estiver;
- O destaque é o telão circular, que expande e retrai conforme o show. Ele é formado por vários hexágonos que se abrem e fecham;
- A tela de 500 mil pixels é resistente a água e vento, um problema do telão gigante de Pop Mart;
- Para sustentar essa estrutura são necessários 30 mil cabos. Por isso, foi criada a “garra”, a parte mais impressionante do palco;
- A “garra” é uma estrutura de aço de 50 m de altura, que necessita de 120 caminhões para ser transportada. Ela custou mais de US$ 15 milhões;
- Seu desenho é inspirado no arco do aeroporto de Los Angeles. Suas quatro pernas servem para segurar as caixas de som também;
- O desenho e a estrutura da “garra”, que fica no meio do estádio, permitem que se coloque 20% a mais de pessoas nas arenas;
- Embaixo dela há dois palcos circulares. Os dois se conectam por meio de pontes rotativas, que servem para Bono e companhia passearem pelo público;
- Dentre outras parafernálias do show há um microfone de LED que Bono usa para cartar enquanto sobrevoa o público;
- Sua roupa durante ‘With or without you’ tem LEDs vermelhos que iluminam o palco;
- Segundo Willie Williams, que desenha os palcos do U2 há quase 30 anos, o palco de 360º faz a banda ‘sentar na palma da mão do público’;
- Por ser uma estrutura trabalhosa de montar, três palcos iguais à “garra” foram construídos. São necessários cinco dias para eles ficarem prontos;
- A turnê de 360º tem três shows marcados em São Paulo, nos dias 9, 10 e 13 de abril. Ela tem previsão de acabar em 30 de junho;
- Serão ao todo dois anos desta turnê, que está em sua 7ª perna. Em tempos de crise no mercado fonográfico, fazer shows ao vivo é a melhor saída;
- 360º foi a turnê de maior público em 2009 e 2010. O objetivo do U2 é que U2 360º se torne a mais lucrativa da história;
- Para a 360º ficar em pé são gastos cerca de US$ 750 mil por dia. O alto valor se deve ao transporte, que exige sete aviões.
Info U2 Pop Mart (Foto: Editoria de arte G1)
Curiosidades sobre a turnê Pop Mart (1997-1998)
- Em 1997, o U2 deu início à turnê do álbum ‘Pop’, que trazia um flerte com a música eletrônica. O palco era ainda mais grandioso;
- Criado para satirizar o consumismo e a cultura pop, ele tinha um limão móvel gigante, um arco de 30m que fazia referência ao McDonald’s e um telão estupendo;
- A peça de LED custou US$ 7 milhões e precisava de três caminhões para ser transportada. Ela tinha mais de 50m de largura por 15m de altura;
- O telão tinha 22 colunas, 187 painéis e resolução de 150 mil pixels. Ele sofreu várias avarias durante as turnês, em razão de chuvas e ventos;
- Nessa turnê, nenhum músico do U2 se levou a sério visualmente: Bono tinha malha com músculos falsos, The Edge era um caubói e Adam usava máscara;
- Pop Mart foi a primeira turnê da banda pelo Brasil. Eles realizaram shows em São Paulo e no Rio, sendo esse último problemático;
- A estrutura do palco não coube no Maracanã e o jeito foi transferi-lo para o Autódromo Nelson Piquet. O trânsito para chegar ao local foi caótico;
- Pop Mart durou menos de um ano. Eram gastos US$ 250 mil por dia para mantê-la, o que levou a banda de volta aos ginásios pequenos na turnê seguinte:
- Com Pop Mart, o U2 também se apresentou em Sarajevo. Foi a primeira grande banda a tocar no país desde o fim da Guerra da Bósnia;
- Nesse show, a banda tocou ‘Miss Sarajevo’ ao lado de Luciano Pavarotti, repetindo a parceria que fizeram com o pseudônimo de Passengers;
- A apresentação também serviu para ‘Sunday bloody Sunday’ voltar a entrar no repertório depois de muitos anos;
- Com esse show, a banda mostrou que não perdera o lado político;
- O momento mais extravagante do show (dos vários) era o bis, quando o grupo tocava ‘Discothèque’;
- A banda retornava ao palco após sair de um limão móvel, com direito a fumaça e tudo mais. A nave platinada descia em uma passarela;
- O limão motorizado de 12 m era um desejo pessoal de Bono, que queria uma nave flutuante igual à dos shows do Parliament Funkadelic;
- Durante um show em Oslo, o limão não saiu do lugar e deixou a banda presa. A falha sempre aparece em listas do tipo ‘momentos mais vergonhosos de shows ao vivo’.
Info U2 Zoo TV (Foto: Editoria de arte G1)
Curiosidades sobre a turnê Zoo TV (1992-1993)
- Turnê mais ousada do U2 até então, Zoo TV tinha influências da pop art e criticava a comunicação de massa;
- O palco tinha visual futurista inspirado em ‘Blade runner’ e no ciberpunk. O destaque eram as dezenas de monitores de diferentes tamanhos;
- Eles serviam para exibir efeitos visuais, clipes de cultura pop, programação televisiva, vídeos de fãs e flashs de frases de impacto;
- O produtor musical Brian Eno foi o responsável por criar o ‘caos audiovisual’ da Zoo TV, turnê que teve 157 shows;
- Um estúdio de edição de TV foi construído para a turnê, ao custo de US$ 3,5 milhões. Doze diretores foram contratados para operá-lo;
- Em um dos momentos do show, Bono ‘zapeava’ pela grade de uma emissora local e fazia críticas ao conteúdo;
- Os funcionários do estúdio também faziam montagens com a programação televisiva e a exibiam aleatoriamente durante a turnê;
- O conteúdo exibido nos telões era diferente de show para show. Para The Edge, isso criava um ‘show ao vivo’ à parte;
- Zoo TV mostrou um U2 renovado, que rompeu com o lado politizado que foi construído ao longo da década de 1980;
- O auge dessa mudança foram as personas que Bono vivia ao longo do show:The Fly e MacPhisto;
- MacPhista era uma paródia do diabo. Além da maquiagem feminina, Bono usava sapatos de salto alto;
- MacPhisto também praticava trotes. O alvo preferencial eram políticos locais, com quem ele tentava fazer pactos com o ‘diabo’, ou seja, com ele mesmo
- A turnê durou entre 1992 e 1993 e, apesar do enorme público que teve (5,3 milhões de ingressos vendidos), não foi considerada lucrativa;
- Para pôr o audacioso projeto na estrada, o U2 tinha um gasto médio de US$ 125 mil por dia, mesmo quando não havia show;
- Uma das excentricidades mais famosas do palco eram os automóveis Trabant, cujos faróis serviam de holofotes;
- Hoje, esses carrões estão no lobby do Rock and Roll Hall of Fame. Uma memória da Zoo TV, considerada uma das maiores turnês que o rock’n’roll já viu.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

e-buddy - acesse MSN, FACEBOOK, GOOGLE TALK e outros