BEM VINDOS AO BLOG DO SÃO ROCK


Nossa História

Em junho de 2005, seis amigos se reuniram para comemorar seus aniversários, que por coincidência dos deuses do rock, eram todos na mesma semana. Resolveram chamar a banda de um amigo de Crato (Michel Macêdo, da Glory Fate). Também chamaram duas bandas locais (SKP e ET Heads), e fizeram a trilha sonora desta festa, que a princípio era exclusiva a aniversariantes e seus amigos. Sem querer, nascia ali o festival SÃO ROCK – o dia em que o rock foi pro brejo!
O sucesso da primeira edição obrigou uma continuação. Dois anos depois, já em 2007, veio a segunda edição, agora com a participação de bandas de Fortaleza, e aberto ao público. O sucesso consolidou o evento, e perpetuou essa data no calendário do rock cearense.
Pelo festival já passaram nomes de peso no cenário cearense, como Artur Menezes, Felipe Cazaux, Caco de Vidro, banda One, Killer Queen, Glory Fate, Zeppelin Blues, Renegados, banda Void e tantos outros que abrilhantaram noites inesquecíveis, regadas à amizade, alegria e o bom e velho rock´n´roll.
Hoje, o que se iniciou com um simples aniversário, tomou enormes proporções, estendendo seus ramos, diversificando os estilos e abrindo espaço para mais e mais bandas que querem mostrar seu talento em nossa terra. Agora são duas noites de festival, além da Caldeira do Rock, que leva bandas alternativas para a praça pública, numa celebração maravilhosa, onde congregamos amigos de todas as cidades circunvizinhas e de outros estados, irmanados pelo amor ao rock.
Não para por aí. Queremos tornar o São Rock uma marca que não promova apenas um festival anual, mas que seja um verdadeiro tablado que promova eventos de rock durante todo o ano! Assim, poderemos desfrutar do convívio saudável e também marcar nossa presença, dizer que temos voz e vez, numa cultura tão massificada por músicas desprezíveis e por gêneros impostos ao povo! Fomos, somos e sempre seremos roqueiros!
Portanto, venha participar dessa irmandade, apóie, divulgue, patrocine essa idéia, e seja mais um que ajuda a construir esse espaço!

Esse é o BLOG oficial do festival SÃO ROCK, que ocorre todo ano em Brejo Santo - Ceará. Criado "acidentalmente" por aniversariantes que comemoram na mesma semana e que se uniram para fazer uma única celebração voltada ao nosso gosto músical o ROCK. Além disso o blog divulga noticias e eventos nacionais e internacionais, além de ajudar na promoção cultural da região. Sobre tudo é uma apologia a amizade.




CARIRI VEÍCULOS

CARIRI VEÍCULOS

Arquivo do blog

Impacto Skate Shop

Impacto Skate Shop
Uma loja diferenciada pra você

quarta-feira, 13 de abril de 2011

U2: resenha do segundo show no Coredump

U2 em São Paulo - Estádio Morumbi - 10/04/2011 - Eu estava lá !


Há cerca de dois anos após o lançamento de seu último álbum “No Line On The Horizon”, a turnê 360°, do U2, finalmente chegou ao Brasil. E a expectativa era enorme, pois a banda trouxe além do palco gigante, todo o aparato que usa em todas as outras partes do mundo. Os ingressos foram disputadíssimos e para comprar foi uma verdadeira saga.

Eu que já tive a oportunidade de presenciar alguns shows no Estádio do Morumbi, nunca o tinha visto tão cheio. Nem no show do Paul McCarteny havia tanta gente. Veja a foto abaixo e comprove (clique nela para ver ampliada). E como não poderia deixar de ser diferente, desta vez também choveu. E bastante! Mas felizmente a chuva cessou poucos minutos antes da banda de abertura subir ao palco.


Para o show de abertura o Muse foi uma grata surpresa. Eu que não conhecia seu som gostei muito do que ouvi. A mistura das melodias pop com guitarras distorcidas fez a alegria do publico e foi um ótimo aperitivo para o que estava por vir.

O show do U2 começou sem grandes atrasos e enquanto a banda se preparava para subir ao palco, nos PAs era executada a música “A Minha Menina” dos Mutantes, colocando muita gente para dançar. As luzes se apagaram e começou a ser executada “Space Oddity”, de David Bowie, que é a música de introdução desta turnê. Nesse momento a banda sobiu ao palco e iniciou o show com  “Even Better Than The Real Thing” que fez o Morumbi tremer literalmente. Eu que estava na arquibancada azul senti a arquibancada tremendo.

Na sequência a banda desfilou uma série de músicas maravilhosas e, a cada nova canção, o palco revelava uma surpresa diferente (veja os vídeos e comprove). A banda tocou “Out Of Control”, “Get On Your Boots”, “Magnificent”, a fabulosa “Mysterious Ways”, “Elevation”, “Until The End Of The World”, a linda “I Still Haven't Found What I'mLooking For”, “Pride (In The Name Of Love)” e a balada “North Star”.

Neste momento o vocalista Bono puxou uma fã para o palco e pediu para que ela lesse uma poesia.  Ela o fez e ganhou um selinho antes de voltar ao seu lugar. Após isso a banda mandou a espetacular “Beautiful Day”. Ao final da canção, a banda tocou a balada “Miss Sarajevo” com Bono cantando a parte que foi originalmente gravada por Pavarotti, deixando claro o porque é um dos maiores vocalistas da história.


E ainda tinha muito mais por vir. A banda tocou “Zooropa”, a dobradinha “City Of Blinding Lights” e “Vertigo”, “I'll Go Crazy If I Don't Go Crazy Tonight”, a clássicassa “Sunday Bloody Sunday” e “Scarlet”. Com “Walk On” a banda encerrou o set normal. Nesta música foram convidados ao palco os membros da Anistia Internacional que carregaram uma lanterna cada um. As lanternas foram colocadas na rampa ao redor do palco.

O primeiro Bis começou com um discurso do bispo Desmond Tutu, exibido no telão e que serviu de introdução para “One”. Nem é preciso dizer a emoção que essa música passa não é ? E tinha mais clássico para ser tocado. “Where The Streets Have No Name” fez o estádio tremer novamente. E então a banda sai do palco novamente e no telão foi exibido um clipe com alguns Aliens assobiando o refrão de “Where The Streets Have No Name”.

A banda voltou e tocou “Ultraviolet (Light My Way)”. A próxima foi “With Or Without You”, que para mim é  uma das músicas mais bonitas de todos os tempos. O show foi encerrado com “Moment of Surrender”, momento que Bono pede para que todos que ligassem seus celulares, dando um efeito muito legal no estádio.


Ao final, a sensação que ficou foi a de ter assistido a um dos melhores espetáculos de todos os tempos (só perde para este aqui). Tudo nesse show foi perfeito. Palco, som, iluminação, repertório, banda de abertura, enfim, tudo.

Se tem um show que todo mundo que gosta de música deveria assistir, ao menos uma vez na vida, é do U2. Espero que eles sempre incluam o Brasil em suas próximas turnês.

Veja nossa galeria de fotos deste show aqui.

Set List
A Minha Menina (Os Mutantes) (Intro)
Space Oddity (David Bowie) (Intro)
1. Even Better Than The Real Thing
2. Out Of Control
3. Get On Your Boots
4. Magnificent
5. Mysterious Ways
6. Elevation
7. Until The End Of The World
8. I Still Haven't Found What I'm Looking For
9. Pride (In The Name Of Love)
10.North Star
11.Beautiful Day
12.Miss Sarajevo
13.Zooropa
14.City Of Blinding Lights
15.Vertigo
16.I'll Go Crazy If I Don't Go Crazy Tonight
17.Sunday Bloody Sunday
18.Scarlet
19.Walk On

Bis:
20.One
21.Where The Streets Have No Name

Bis 2:
22.Ultraviolet (Light My Way)
23.With Or Without You
24.Moment of Surrender

Nenhum comentário:

Postar um comentário

e-buddy - acesse MSN, FACEBOOK, GOOGLE TALK e outros